Tabela Salário de Contribuição/ Salário Família / Salário Mínimo
Federal e Regional/ IRRF

Tabela de contribuição dos segurados empregado e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração a partir de 1º de Janeiro de 2017

Salário de contribuição (R$)

Alíquota (%)

Até R$ 1.659,38

8,00

De R$ 1.659,39 até R$ 2.765,66

9,00

De R$ 2.765,67 até R$ 5.531,31

11,00

Portaria MF nº 08, de 13 de janeiro de 2017 DOU de 16/01/2017

Tabela de contribuição para segurados contribuinte individual e facultativo para pagamento de remuneração a partir de 1º de Janeiro de 2017
Salário de contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)

R$ 937,00

*5
R$ 937,00
11
De R$ 937,01 até R$ 5.531,31
20
* Alíquota exclusiva do microempreendedor individual e do segurada(o) facultativo que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência.
Portaria MF nº 08, de 13 de janeiro de 2017 DOU de 16/01/2017
Tabela de Salário Família por Filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade ou Inválido de qualquer idade a partir de 1º de janeiro de 2017.

Salário de Contribuição (R$)

Valor Cota de Salário Familia

Até R$ 859,88

R$ 44,09

Acima de R$ 859,89 até R$ 1,292,43

R$ 31,07

Portaria MF nº 08, de 13 de janeiro de 2017 DOU de 16/01/2017

Salário Mínimo Federal

Período

Valor (R$)

A partir Janeiro/2016
880,00
A partir Janeiro/2017
937,00
   
Decreto nº 8.948 de 29 de dezembro de 2016 - DOU 30/12/2016
Salário Mínimo Regional – Estado de São Paulo a partir de 1º de Abril de 2016.
Salário de contribuição (R$)
Atividades Beneficiadas
1.000,00
Trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, contínuos, mensageiros e trabalhadores de serviços de limpeza e conservação, trabalhadores de serviços de manutenção de áreas verdes e de logradouros públicos, auxiliares de serviços gerais de escritório, empregados não-especializados do comércio, da indústria e de serviços administrativos, cumins, "barboys", lavadeiros, ascensoristas, "motoboys", trabalhadores de movimentação e manipulação de mercadorias e materiais e trabalhadores não-especializados de minas e pedreiras.
1.017,00
Operadores de máquinas e implementos agrícolas e florestais, de máquinas da construção civil, de mineração e de cortar e lavrar madeira, classificadores de correspondência e carteiros, tintureiros, barbeiros, cabeleireiros, manicures e pedicures, dedetizadores, vendedores, trabalhadores de costura e estofadores, pedreiros, trabalhadores de preparação de alimentos e bebidas, de fabricação e confecção de papel e papelão, trabalhadores em serviços de proteção e segurança pessoal e patrimonial, trabalhadores de serviços de turismo e hospedagem, garçons, cobradores de transportes coletivos, "barmen", pintores, encanadores, soldadores, chapeadores, montadores de estruturas metálicas, vidreiros e ceramistas, fiandeiros, tecelões, tingidores, trabalhadores de curtimento, joalheiros, ourives, operadores de máquinas de escritório, datilógrafos, digitadores, telefonistas, operadores de telefone e de "telemarketing", atendentes e comissários de serviços de transporte de passageiros, trabalhadores de redes de energia e de telecomunicações, mestres e contramestres, marceneiros, trabalhadores em usinagem de metais, ajustadores mecânicos, montadores de máquinas, operadores de instalações de processamento químico e supervisores de produção e manutenção industrial.
Lei Estadual Nº 16.162 de 14 demarço de 2016 – DOE 15/032016

Tabela Progressiva para o cálculo do Imposto de Renda na Fonte e Carnê-Leão para pagamentos efetuados a partir de 1º de Abril de 2015.

Base de cálculo (R$)

Aliquota(%)

Parcela a deduzir (R$)

Até R$ 1.903,98

-

-

De R$ 1.903,99 até 2.826,65

7,5

R$ 142,80

De R$ 2.826,66 até 3.751,05

15,0

R$ 354,80

De R$ 3.751,06 até 4.664,68

22,5

R$ 636,13

Acima de 4.664,68

27,5

R$ 869,36

Dedução por dependente

-

R$ 189,59
Medida Provisória nº 670/2015 - DOU de 11/03/2015